A FCCN acaba de anunciar a disponibilização da nova plataforma do serviço de webmail gratuito Megamail, agora sob a responsabilidade da Fundação para a Computação Científica Nacional. O Megamail conta agora com mais espaço de alojamento para as mensagens e um interface mais rápido, sustentado em sistemas abertos.




Ultrapassada a fase de transição, depois do desinteresse na plataforma por parte da Vodafone que quase ditou a morte do serviço gratuito criado em 2000, o novo Megamail conta com 20 MBytes de espaço, cinco vezes mais do que o garantido anteriormente aos utilizadores. A FCCN procedeu ainda a uma renovação da imagem do serviço e ainda do interface, adicionando igualmente novas funcionalidades de segurança.



Nesta área foi introduzido um módulo de anti-vírus e anti-spam, com um sistema de filtragem operado em parceria com a start up portuguesa Anubisnetworks. O Megamail conta agora também com mecanismos SPF para combate a mail forjado.




Pedro Veiga, presidente da FCCN, garante em comunicado que apesar da mudança "a subscrição e a utilização do serviço continuará a ser gratuita, simples, rápida e sem inserções publicitárias ou mensagens comerciais", acrescentando ainda que este sistema é "muito rápido pois está bem integrado na rede Internet portuguesa".




A mudança de plataforma foi realizada no dia 1 de Março e a FCCN assegura em comunicado ter conseguido realizar a transição "sem quebras de serviço ou perda
de mensagens arquivadas".

Notícias Relacionadas:

2005-12-05 - FCCN garante solução de continuidade para o Megamail com o apoio de Mariano Gago

2005-11-11 - Megamail encerrado por decisão da Vodafone

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.