A notícia é avançada pela NBC que se baseia em declarações de uma fonte anónima e no acesso a um documento da Agência de Segurança norte-americana de 2014, onde se dá conta de que a intrusão foi detetada quatro anos antes, em abril de 2010.

Ao que a cadeia noticiosa apurou, o “assalto” às contas pessoais de correio eletrónico ainda decorria nessa altura e continua a persistir, sem que a NSA consiga impedi-la.

Em 2011 a Google revelava que as contas de Gmail de alguns agentes da administração pública norte-americana tinham sido comprometidas, mas o documento vem agora acrescentar que também foram afetadas contas de outros serviços de email.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.