A Biblioteca do Conhecimento Online (b-on) tem desde a passada semana, completamente disponíveis em texto integral, 12.588 revistas científicas, um número que quase quadriplica o suportado anteriormente (3.500) e que implicou o aumento do financiamento público deste projecto.



No arranque da b-on, um projecto da responsabilidade da UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento, em colaboração com o MCIES - Ministério da Ciência, Inovação e Ensino Superior, o valor global das assinaturas em papel do total das instituições à época rondava os 10 milhões de euros. O investimento anual evoluiu de 7,5 milhões de euros em 2004 para, de acordo com os aderentes actuais, os 10,6 milhões euros em 2005. Em termos de percentagens, em 2004 a comparticipação governamental no projecto foi de 50 por cento e este ano é de 56,6 por cento, o que mostra um aumento de 2,25 milhões de euros, refere a UMIC em comunicado.



O Estado financia a maior parte do projecto enquanto o restante é assegurado pelas entidades aderentes, nos mesmos moldes do primeiro ano, em função do número de beneficiários.



Lançada em Março de 2004, a b-on, registou, até ao final desse mesmo ano, mais de dois milhões de downloads. Em 2005, aderiram ao projecto 21 novas entidades, elevando para 63 o número de instituições académicas e científicas onde as revistas estão disponíveis em texto integral.



Com o novo conjunto de instituições aderentes, o numero de potenciais beneficiários da b-on em 2005 passa para um total que ultrapassa os 380 mil (41.089 professores e investigadores, 340.619 alunos), comparativamente aos 280 mil de 2004 (30 mil professores e investigadores e cerca de 250 mil alunos).



O alargamento do portfólio de revistas disponíveis "representa uma melhoria muito significativa para a b-on, hoje um instrumento essencial, para a comunidade académica e científica Portuguesa", afirma José Fernandes, gestor de projecto, no comunicado.



Para além das novas revistas, a Biblioteca do Conhecimento Online deverá integrar novos conteúdos ainda este ano com a constituição de um repositório da produção científica nacional, incluindo teses de Mestrado e Doutoramento, que contará com a colaboração da Biblioteca Nacional.



Estão igualmente previstas para 2005 a criação de um Catálogo Colectivo e a criação de um Gestor de Citações, a realização de sessões de demonstração e formação nas instituições aderentes e um "cyber rally" para estudantes, com perguntas e respostas baseadas nos conteúdos científicos disponibilizados partir do repositório.


Notícias Relacionadas:

2005-01-21 - e-U comemora dois anos com anúncio de novas vantagens para os universitários

2004-04-19 - Portal da Biblioteca Científica Digital facilita acesso a conhecimento online

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.