O ataque remonta a 2012, mas segundo foi reportado, as passwords que terão sido roubadas estão agora a ser vendidas e trocadas em sites russos de hacking. O Centro Nacional de Crime e Segurança (NCSC) confirmou que destacou membros do conselho de segurança para averiguarem, mais a fundo, a situação reportada.

Em 2012, após o ataque à rede social empresarial, os utilizadores que viram as suas credências serem comprometidas foram aconselhados a alterar as passwords da plataforma e de outras contas que utilizassem a mesma password. O aviso foi repetido, em 2016, quando começaram a surgir indícios de que estariam a ser vendidas passwords em redes criminosas.

Um porta voz do Governo esclareceu que “foi um incidente histórico”, mas que “quem já não está a utilizar as mesmas passwords [que utilizava na altura do ataque] não terá problemas nas suas contas”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.