A Procuradoria-Geral da República vai lançar hoje, 4 de outubro, um folheto informativo onde chama a atenção dos cidadãos para a importância que a Internet tem, mas para o perigo que pode representar sobretudo no caso dos mais novos.

Na brochura com o título "Tu e a Internet - (Ab)uso, crime e denúncia", é dito que existem "atitudes e atuações na Internet" que constituem um crime. "O nosso objetivo é contribuir, através da informação, para uma utilização ainda mais segura da Internet", esclarece a procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal.

Segundo escreve a agência Lusa, o documento revela informações sobre como proceder a uma queixa-crime e a quem esta deve ser dirigida em caso de deteção de atividade ilícita na grande rede.

Joana Marques Vidal não vira cara à relevância que a Internet tem na vida dos cidadãos em vários aspetos do quotidiano, lembrando antes que esta realidade também se aplica aos jovens e crianças. As redes sociais, na opinião da líder do PGR, vieram ligar os mais novos de forma mais intensa num espaço [a Internet] "não regulado e livre" propício ao "desenvolvimento de novas e criativas atividades ilícitas".

"O nosso objetivo é contribuir, através da informação, para uma utilização ainda mais segura da Internet", acrescentou Joana Marques Vidal.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.