Segundo o relatório, publicado duas vezes ao ano, o número total de pedidos no período analisado cresceu cerca de 46% comparativamente ao valor registado no semestre anterior. Compara também com 1.157 pedidos de informação registados um ano antes.

Os pedidos das autoridades para a remoção de conteúdos também aumentaram, com 432 casos registados (mais 14%). Ao todo, as solicitações governamentais tiveram como alvo 3.131 perfis de utilizadores do Twitter.

O relatório de transparência não inclui pedidos relacionados com matérias de segurança nacional , já que o Twitter, assim como outras gigantes da Internet, está proibido de revelar publicamente tais informações, ressalva-se a partir do blog da rede social.

Mais de metade dos pedidos (1.918) foram feitos pelos Estados Unidos, facto comum desde que o Twitter começou a lançar o relatório em 2012.

O Japão com 192 solicitações e a Arábia Saudita com 189 completam, respetivamente, o segundo e terceiro lugar do "pódio"..

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.