Dados do National Institute for Technology and Liberal Education revelam que a língua portuguesa é a segunda mais utilizada nos weblogs, a nível mundial. Numa base de dados que está a ser criada pelo NITLE estão registadas 54.496 páginas em língua portuguesa, contra 350 mil páginas em inglês, ocupando o primeiro lugar.



O NITLE iniciou a consulta em Maio deste ano e até agora conseguiu obter dados sobre 655 mil blogs. O objectivo da instituição, criada em 2001, é reunir um número considerável de registos sobre o fenómeno que lhe permita tirar algumas conclusões.



Com o mesmo objectivo, um aluno do Haverford College efectuou uma pesquisa concluindo que entre 2,4 e 2,9 milhões de weblogs foram transformados em jornais online, com conteúdos trabalhados e seleccionados pelos seus criadores.



O estudo apurou ainda que mais de 1,6 milhões de blogs se concentram em três grandes fornecedores de serviços web hosting: o Live Journal agrega 1,1 milhões de páginas, das quais 527 mil estão activas; o Blogger concentra 1,5 milhões de blogs; enquanto o DiaryLand conta com 850 mil páginas alojadas, para 400 mil páginas activas. Os três fornecedores de serviços agregam utilizadores muito semelhantes nas idades e nas preferências, com os adolescentes a liderar na faixa etária.



Um outro estudo realizado sobre o assunto, pela Jupiter Research revela que cerca de 2% das comunidades online criaram o seu blog. Os dados da consultora também apontam para uma percentagem muito elevada de blogs transformados em jornais online, cerca de 60 por cento.



Segundo a Jupiter apenas 4% da comunidade online lê este tipo de páginas, cujo interesse é normalmente medido pelo género de conteúdos disponibilizado. Os homens são quem dedica mais atenção aos blogs, correspondendo a 60% dos leitores, contra um percentagem de 40% nas mulheres.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.