A Panda diz ter identificado uma rede de comercialização de bots especializados em comunidades online e sistemas de correio electrónico.

Segundo a empresa de segurança, a página Web desta rede contém um extenso catálogo de programas destinado a serviços como o Twitter, Facebook, Hi5, MySpace, YouTube, Friendster, Gmail e Yahoo.

Cada entrada explica os motivos para os quais o bot foi criado: criação de múltiplas contas em simultâneo em redes sociais; roubo de identidades e de "amigos", seguidores ou contactos; envio automático de mensagens, etc.

"Todos os bots funcionam de forma convencional, recolhem IDs/nomes de amigos e enviam pedidos de amizade, mensagens e comentários automaticamente", refere-se na página.

Os preços variam entre os 95 dólares (76,5 euros) do bot mais barato e os 225 dólares (181 euros) para o mais dispendioso. O catálogo completo pode ser adquirido por 4.500 dólares com a garantia de nunca serem detectados por qualquer tipo de solução de segurança, afirmando que foram desenvolvidos para modificar os utilizadores, agentes e cabeçalhos as vezes que forem necessárias para impedi-los de serem bloqueados.

Adicionalmente contornam mecanismos de segurança CAPTCHA incluídos em muitos websites, para que o comprador apenas tenha que definir os parâmetros e deixar os bots funcionarem autonomamente, explica a Panda. Para terminar, os bots incluem actualizações perpétuas.

Entre algumas das actividades menos comuns para as quais estes bots foram desenvolvidos estão um gerador automático de visitas e visualizações de vídeos do YouTube e o envio ilimitado de mensagens em sites de encontros e contactos online, como o DirectMatches.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.