O organismo divulgou que a Google foi convocada para uma reunião, que servirá para esclarecer alguns pontos e dar oportunidade à empresa de dissipar as preocupações do regulador relativamente à privacidade dos seus cidadãos.



No centro das preocupações da Dutch Data Protection Authority, que levaram a uma investigação à empresa que se prolongou durante os últimos sete meses, estará o facto de a gigante da Internet combinar informação dos utilizadores dos seus diferentes serviços, uma prática que vai contra a legislação local.




A Google já reagiu, numa declaração onde sublinha que a sua política de privacidade respeita a legislação europeia e fornece a todos os utilizadores dos seus serviços informação suficiente para saberem de que forma são processados os seus dados.




A reunião com a Google será decisiva na conclusão do processo e na definição das medidas a aplicar, onde pode incluir-se uma multa. Numa declaração, o organismo holandês da privacidade detalhou preocupações com o destino (e o acesso por terceiros) dos dados pessoais guardados pela Google.




As questões da privacidade têm valido vários processos de investigação à Google na Europa, com riscos de pesadas multas associados. Espanha, Itália, França e Alemanha compõem uma lista que também integra a Comissão Europeia.

Escrito ao abrigo do novo Acordo
Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.