No dia 11 de novembro entram em vigor os novos termos de utilização da Google. Como a tecnológica norte-americana faz uso de um "contrato" que é válido para os vários serviços da empresa, a mudança afeta tanto quem usa o Gmail, como quem usa o Google Drive, como quem usa quase todos os serviços Google. Em resumo, são três as alterações que ficam válidas no próximo mês. A saber:

O nome e fotografia de perfil do utilizador no Google+ podem vir a ser usados pela Google como forma de publicitar produtos da empresa. Assim, se tiver um perfil na plataforma social da tecnológica, o seu nome, fotografia e comentários podem aparecer associados à publicidade de produtos como smartphones ou refrigerantes.

Todos os +1 e reviews que os utilizadores tiverem sobre produtos, páginas de marcas e locais que já visitaram também podem vir a ser usados pela tecnológica.

O internauta tem no entanto a possibilidade de não permitir o uso destes dados em anúncios. Numa página onde explica as alterações está escrito que "No Google, pode controlar o que partilha". Neste link os leitores vão encontrar uma alínea, que não está selecionada por pré-definição, onde é possível aderir ou rejeitar esta proposta.

A gigante dos motores de busca garante ainda que os dados de utilizadores menores de idades não vão ser usados em nenhum momento nesta nova política de recomendações partilhadas.

[caption]Google PUR[/caption]

A empresa liderada por Larry Page defende que a associação de perfis a informações disponibilizadas a outros utilizadores beneficia a precisão dos resultados por ser baseado na recomendação de conhecidos. Este sistema de recomendações já é usado pela empresa de Mountain View na loja de aplicações do Android por exemplo.

Este é de longe o tópico mais polémico. Apesar das cautelas e das ressalvas da Google em explicar os novos termos de utilização, as medidas estão a causar alguma contestação. Um dos protestos que está a ganhar forma passa por usar a fotografia do presidente não executivo da tecnológica, Eric Schmidt, para que seja a cara dele a única a aparecer na associação de perfis a anúncios.

Os outros dois pontos renovados na nova política de utilização dizem respeito a avisos da Google. Um para que os dispositivos móveis sejam sempre usados em segurança - e evitar ao máximo o seu uso durante a condução. Outro para que os utilizadores tenham consciência de que a partilha da conta Google implica a partilha de dados sensíveis de vários serviços.

A tecnológica de Mountain View vai começar a reportar situações onde detete acessos anómalos - dois computadores diferentes num curto espaço de tempo - e várias tentativas falhadas de acesso à conta Google.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.