A utilização do PC e da Internet tem aumentado para números cada vez mais expressivos e que mostram bem o quanto estas ferramentas de trabalho se tornaram também ferramentas de lazer. Há muito que a combinação PC/Internet deixou de fazer sombra apenas às máquinas de escrever a às visitas frequentes à biblioteca ou à banca de jornal. Hoje são a televisão e a rádio quem disputa a atenção do utilizador "taco a taco" com a Internet. Prova disso é que o chamado horário nobre para os programas de TV é sensivelmente o mesmo a que se registam picos de utilização da Internet segundo números da Marktest.



Resposta lógica a esta alteração: levar a TV para o PC. É certo que a tecnologia ainda não conseguiu colocar de igual para igual a comodidade de um ecrã de TV e de um ecrã de PC, mas as formas e argumentos para compensar essas diferenças multiplicam-se.



Se está entre os muitos utilizadores que já usam o PC para ver TV, seja por gosto ou necessidade, deixamos-lhe hoje algumas sugestões. A oferta nacional e internacional começa a ser relevante e reparte-se entre a agregação dos conteúdos feitos para distribuir na velhinha caixa de entretenimento e conteúdos criados à medida para a Internet. Fazemos um mix e focamos sobretudo na oferta nacional, embora começando pela proposta mais relevante a nível europeu. Borla é a palavra de ordem nesta selecção!



Idealizado pelos criadores do Kazaa e do Skype, o Joost é talvez o serviço de TV online mais popular da Europa. Ainda não completou os dois anos de idade e aposta tudo na diversidade de conteúdos e na personalização. Ao utilizador é dada a possibilidade de criar os seus próprios canais, organizar conteúdos ou vê-los a par com a realização de outras tarefas, com actualizar o Blog, por exemplo.



São mais de 20 mil programas disponíveis para quem estiver com vontade de experimentar.

http://imgs.sapo.pt/gfx/456369.gif

Virando a atenção para a oferta nacional pode dar uma espreitadela à Media Central, um projecto que permite assistir a conteúdos televisivos online de canais portugueses e estrangeiros, ouvir música e realizar um conjunto de outras tarefas. Entre as restantes funcionalidades do Media Central destaque para a área de blogs, chat e de rede social. O conceito é interessante e a panóplia de serviços tem uma combinação aliciante, embora os conteúdos televisivos nem sempre sejam de fácil acesso.

http://imgs.sapo.pt/gfx/456371.gif

Orientado para uma comunidade de língua portuguesa, o TvTuga é um dos mais antigos projectos nacionais de agregação de conteúdos televisivos online. Tem um foco importante nos conteúdos exibidos em língua portuguesa, mas não só. O desporto é outra componente importante do site, a par com outras áreas. Ao nível da aparência e diversidade de conteúdos é talvez o projecto nacional mais coerente nesta área da agregação de conteúdos.

http://imgs.sapo.pt/gfx/456370.gif

passamos para mais um projecto nacional, mas neste caso com produção própria de conteúdos, a TVNet. É uma televisão generalista onde a informação tem um lugar importante, como provam os noticiários horários. Nasceu no final de 2006 e tem conseguido aumentar de forma consistente o número de visualizações, acompanhando essa evolução com um esforço de melhor cobertura da actualidade nacional e descentralização dos pontos de reportagem.

http://imgs.sapo.pt/gfx/456367.gif

Recém-criado, destacamos também o Canal LX, mais opção nacional com conteúdo próprio orientado à população activa de Lisboa, ou que pretende visitar a cidade. Com uma playlist constante, o canal também inclui reportagens e entrevistas em secções temáticas como Music ou People. O grande objectivo é abarcar várias áreas da actualidade, com um olhar diferente sobre a cidade, promete a equipa.

http://imgs.sapo.pt/gfx/456368.gif

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.