O portal e fornecedor de acesso à Internet Terra Networks poderá pagar até 1,9 milhões de dólares à America Online Brasil pela sua base de clientes, segundo um documento enviado à US Securities and Exchange Commission (SEC).



A AOL Brasil faz parte da America Online Latin America (AOLA), que pediu protecção judicial por falência no passado mês de Junho, sendo entretanto anunciado que a subsidiária brasileira da AOL iria suspender a sua actividade a partir de Março deste ano.



A AOLA, que entre os seus sócios conta com empresas como a Time Warner, a venezuelana Cisneros e o banco brasileiro Itaú, havia enviado recentemente uma proposta de venda da sua base de clientes no Brasil ao fornecedor de acesso à Internet Terra, obtendo agora a resposta.



Segundo o documento entregue à SEC, depois da aprovação da proposta pela justiça norte-americana, as empresas pretendem realizar uma campanha de marketing com o objectivo de convencer os subscritores da America Online Brasil a aderirem à Terra, que tinha previsto encerrar 2005 com um total de dois milhões de clientes de acesso à Internet. Fonte próxima da empresa citada pela Reuters indicou que a base de utilizadores da AOL no Brasil não chega aos 200 mil.



A proposta de compra apresentada pela Terra envolve o pagamento de quatro quotas até um valor máximo de 1,9 milhões de dólares e que se estima não se situará abaixo dos 760 mil dólares. "O valor baseia-se no número de subscritores da AOL Brasil que se mudarão para os serviços da Terra e o número efectivo de subscritores que a AOL Brasil possua na altura da concretização deste acordo", refere-se no documento enviado à SEC.



Notícias Relacionadas:

2005-04-26 - Terra Networks multada em 109 mil euros por má prestação de serviços

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.