Numa entrevista ao canal de televisão Russia Today o fundador do WikiLeaks afirma que a maior rede social da Internet é "a mais assustadora máquina de espionagem já inventada" e admite que a base de dados de pessoas, as suas relações, nomes e endereços possa estar a ser usada pelos serviços de informação norte-americanos, através de um interface desenvolvido especialmente para esse fim.

"Facebook, Google, Yahoo - todas estas grandes organizações norte americanas têm interfaces integrados para os serviços de informação. Não é uma questão de responder a mandados judiciais. Eles têm um interface que desenvolveram para os serviços de informação norte-americanos utilizarem", garante Julian Assange.

O responsável pelo Wikileaks afasta porém a hipótese do Facebook ser gerido directamente pelos serviços secretos. "Simplesmente os serviços de informação conseguem aplicar pressão legal e política sobre eles [Facebook e outras redes sociais). E não tem custos gerir os dados um a um, por isso automatizaram o processo", afirma.

"Todas as pessoas deviam perceber que quando adicionam amigos no Facebook estão a fazer trabalho gratuito para as agências de informação dos Estados Unidos e a construir uma base de dados para eles", explica na entrevista.

Veja aqui a entrevista ao canal de televisão, em inglês, onde Julian Assange fala também do Wikileaks e afirma que todas as guerras nos últimos 50 anos foram resultado de mentiras.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.