A luta contra a pirataria no YouTube continua e a estratégia da empresa agora será diferente. Em comunicado, a empresa explica que dá duas opções aos utilizadores: ou tiram o som a todos os vídeos que sejam colocados na plataforma de forma ilegal, ou seja, que não cumpram os direitos de autor, ou os conteúdos são bloqueados.

Segundo a empresa, foi criada uma base de dados onde se incluem vários conteúdos protegidos. Deste modo, quando é publicado um vídeo o upload é comparado aos dados do YouTube de forma a apurar se são, ou não, violados copyrights. Neste ponto, é dado ao utilizador a escolha de publicar o vídeo com ou sem som.

A polémica prende-se com o facto de a empresa bloquear não só videoclips como montagens feitas pelos utilizadores onde seja utilizada uma música protegida. Caso a estratégia siga em frente, isto significa que milhares de conteúdos serão bloqueados ou silenciados.

Esta é a mais recente medida da companhia que, desta forma, continua a aliar a sua tecnologia às exigências das editoras, responsáveis pela pressão contra a violação dos direitos de autor online.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.