Quantas vezes quis ver um vídeo, mas teve de assistir a um anúncio de 30 segundos que não tinha a possibilidade de passar à frente? A Google diz que a partir do próximo ano vai poder passar esses anúncios à frente.

A informação foi avançada pelo Campaign e um representante da Google confirmou que a empresa se iria focar em formatos comerciais que fossem mais atrativas para os anunciantes e para os espectadores.

“Estamos comprometidos em fornecer uma melhor experiência de publicidade aos utilizadores online”, indicou a empresa ao The Verge, acrescentando que “como parte disso, decidimos parar de suportar vídeos de 30 segundos que não podem ser ultrapassados a partir de 2018 e focarmo-nos noutros formatos que funcionem melhor tanto para os utilizadores como para os anunciantes”.

No entanto, é preciso ter em conta que nem todos os anúncios de visualização "obrigatória" vão desaparecer. Apenas os de 30 segundos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.