A parceria com a rede social foi a fórmula escolhida pela empresa desde que lançou o negócio e os primeiros jogos, em 2007. Manteve-se com o lançamento de uma plataforma de jogos própria em finais do ano passado.



Era no entanto sabido que as duas empresas estavam a negociar o acordo de parceria, que previa um conjunto de privilégios da rede social para a divulgação de conteúdos, em troca de um compromisso da produtora relativamente ao desenvolvimento de jogos para a plataforma.



O acordo trouxe bons resultados para ambas as partes - o Farmville chegou a atrair mais de 80 milhões de jogadores únicos para a rede social num único mês - mas as vantagens para ambas as partes foram-se esbatendo e a Zynga, que entretanto se tornou uma empresa cotada em bolsa, tem hoje mais argumentos para tentar um modelo autónomo. Quem usa os jogos da marca através do Facebook poderá continuar a fazê-lo, sem alterações.



A partir de Zynga.com, a empresa de jogos continuará a apostar na mesma linha de comunidade. O sistema de registo e as funcionalidades alocadas à nova opção de login vão permitir que os jogadores convidem amigos e interajam com os seus contactos que também estejam a jogar.



Prometido está também o lançamento de novos jogos e recursos exclusivos para a plataforma. O login direto a partir do site da Zynga não tem dia específico para avançar, mas deverá acontecer esta semana.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.