O Departamento de Justiça norte-americano aprofundou a investigação ao acordo assinado em Julho pela Microsoft e pela Yahoo, para a área da publicidade online associada às pesquisas.

As empresas confirmaram a recepção de uma pedido para entregar mais documentos. Em análise estarão duas dimensões do acordo, garante a C|Net citando um especialista na matéria.

O DOJ (sigla em inglês) quer avaliar os impactos para a concorrência da redução do número de plataformas possíveis para quem quer investir em publicidade online e as alterações que o acordo pode vir a introduzir na postura do Google no mercado. Menos concorrência pode conduzir a uma postura menos agressiva da empresa no mercado, prejudicial para os anunciantes.

Com o acordo assinado entre as duas empresas ficam juntos dois dos três grandes players do mercado da publicidade online, associadas a pesquisas, o que muda claramente a organização de forças e merece uma análise dos reguladores.

Recorde-se que o acordo assinado no final de Julho entre a Microsoft e a Yahoo prevê que ao longo dos próximos 10 anos a Yahoo use a tecnologia de pesquisa da Microsoft, suportada no Bing. Em troca, a Microsoft entrega à Yahoo a venda exclusiva da publicidade online relacionada com a pesquisa.

O acordo limita-se à tecnologia de busca e à publicidade associada. As empresas mantêm actividades completamente distintas no que se refere à presença online, exploração de publicidade para os portais e restantes áreas de negócio.

A previsão das duas empresas é que a parceria comece a concretizar-se em 2010, depois de conseguidas as necessárias aprovações regulatórias.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.