Os anúncios de despedimentos no sector das telecomunicações e tecnologias da informação multiplicaram-se nos últimos dias, normalmente associados à apresentação de resultados financeiros negativos que obrigam à reestruturação das empresas. Foi o que aconteceu com a Alcatel-Lucent que acaba de comunicar que vai despedir 5 mil colaboradores em todo o mundo.

A multinacional do sector das telecomunicações e redes não esclareceu ainda se a medida vai afetar a subsidiária portuguesa, indicando que a negociação será feita caso a caso, tendo em conta a legislação de cada país. A unidade portuguesa da Alcatel Lucent está localizada no conselho de Cascais, onde funciona um centro de inovação e um call center.

No segundo trimestre deste ano a fabricante apresentou perdas de 254 milhões de euros, numa faturação total de 3,5 mil milhões no trimestre que assume uma redução de 7,1% face ao mesmo período do ano passado.

O abrandamento económico e o aumento da concorrência foram os fatores mais penalizadores para as receitas, com a Europa a registar as maiores quebras, baixando as vendas em 15,6% face ao mesmo período do ano passado. A área de redes sem fios e fibra óptica foi a que perdeu mais em receitas, enquanto as soluções de telefonia IP, com ferramentas de streaming de vídeo, videoconferência e conteúdos multimédia registou um crescimento de 16,5%

Os despedimentos agora anunciados deverão estar concluídos até final de 2013, mas a empresa considera também a possibilidade de abandonar ou reduzir a presença em alguns mercados onde a atividade é deficitária.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.