No último trimestre de 2002, a Amazon registou lucros de 2,65 milhões de dólares (cerca de
2,46 milhões de euros) , numa queda de 48 por cento face aos mais de 5
milhões de dólares ganhos no mesmo período de 2001. As vendas aumentaram 28
por cento, para os 1,429 mil milhões de dólares (1,326 mil milhões de
euros), impulsionadas pelas reduções de preços e pelas entregas gratuitas e
superando as expectativas de mercado.



Desde a sua fundação em 1994, este é o segundo trimestre de lucros
para a retalhista online. A primeira vez sucedeu há um ano atrás, também
impulsionada pelas vendas favoráveis do período natalício.



Nos Estados Unidos, o seu mercado principal, as vendas de livros,
música, vídeos e DVD registaram um aumento de 13 por cento, enquanto a venda
de produtos de electrónica e lar cresceram mais de 20 por cento.



A divisão internacional registou um incremento maior que o mercado
local, na ordem dos 76 por cento, devido em grande parte aos resultados positivos
alcançados na França, Alemanha, Reino Unido e Japão.



Face aos resultados obtidos, a empresa decidiu rever em alta a
previsão de vendas para o primeiro trimestre deste ano dos anteriores 970,1
milhões de dólares (cerca de 900 milhões de euros) para os 1,08 mil milhões
de dólares.



A Amazon.com reviu igualmente em alta a taxa de crescimento para as
vendas totais de 2003 dos anteriores 10 por cento para os 15 por cento.



Notícias Relacionadas:

2002-10-26 - Amazon diminui perdas graças a reduções de preços

2002-01-22 - Amazon chega ao lucro pela primeira vez

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.