Em 2014, o número de aplicações disponíveis no Google Play superou o número da App Store pela primeira vez. Agora, a App Annie, responsável por várias análises e retrospetivas no mundo das tecnologias, concluiu que é também a loja do Android quem contabilizou mais downloads ao longo do ano passado, mas isso não equivale a mais dinheiro, dado que foi a Apple quem mais somou com a sua loja de aplicações.



Um relatório publicado esta quinta-feira pela App Annie diz que, para além de contar com uma maior variedade de aplicações, o Google Play somou 60% mais de downloads do que a App Store ao longo de 2014. No geral, o sexo masculino tem uma maior tendência para fazer download de jogos, ao passo que as mulheres pesquisam mais por apps relacionadas com as redes sociais e a fotografia.



Porém, no que toca à criação de valor foi a Apple quem mais amealhou ao longo do ano passado. Apesar de o crescimento no número de downloads ter sido semelhante, a marca da maçã ganhou 70% mais com a sua loja de aplicações, em comparação com a Google.



Uma vez mais, o mercado chinês voltou a fazer a diferença e subiu ao terceiro posto na lista de países com o maior número de downloads com custos incluídos, cujos primeiros lugares são ocupados, respetivamente, pelos EUA e o Japão.



A App Anie apresentou também prognósticos em relação ao mercado das aplicações móveis para 2015. Tendo em conta o investimento que tem sido feito na banalização do acesso à Internet para mercados emergentes, é de esperar um crescimento a nível de downloads em países como a Indonésia, México, Indonésia e Vietname.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.