Mais conhecida no seio de Wall Street, a Goldman Sachs encontra-se a operar como entidade bancária no espaço do retalho público há cerca de dois anos. A empresa decidiu lançar o seu primeiro cartão de crédito de consumo, e segundo o The Wall Street Journal, citado pelo Business Insider, será feito em parceria com a Apple, para oferecer aos seus clientes alguns “extras” tecnológicos.

Através da wallet app da Apple, os utilizadores podem ter acesso a ferramentas para definir objetivos de gastos, gerir as suas finanças, entre outras. Através do serviço da marca da maçã, e do crédito concedido pelo cartão, os utilizadores podem pagar compras e serviços diretamente do iPhone.

Numa fase inicial, o cartão de crédito será apenas disponibilizado aos empregados da entidade bancária, como uma espécie de teste, antes de ser lançado ao público, mais tarde, ainda em 2019.

Lançado em 2016, o primeiro serviço bancário público da Goldman Sachs chama-se Marcus e distingue-se dos restantes serviços da empresa focados nas grandes corporações (de Wall Street) para se focar nas preocupações do público geral, através da oferta de contas de poupança e empréstimos. Desde que foi lançado, já terá angariado cerca de 35 mil milhões de dólares em depósitos. O serviço já se expandiu para o Reino Unido no ano passado, tendo alcançado perto de 50 mil clientes britânicos em apenas duas semanas, avança o Business Insider.

A parceria da entidade bancária com a Apple pode ir mais longe. Existem rumores de que a tecnológica poderá utilizar os serviços da Goldman Sachs para providenciar créditos aos seus clientes para financiar o iPhone. Outro produto que pode surgir é um robot conselheiro, para servir o público em geral.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.