A BBC anunciou que nos próximos dois anos quer reduzir as despesas com a sua unidade de negócio digital em cerca de 25 por cento, o que implicará o corte de mais de 360 postos de trabalho.

A reestruturação anunciada faz parte de um plano de austeridade, negociado com o Governo britânico, que prevê a eliminação de aproximadamente 200 páginas Web geridas pela cadeia de televisão, como os portais Switch e RAW, as redes sociais h2g2 e 606 ou o site de Video Nation.

Com estas alterações, a BBC quer fazer baixar o actual orçamento de 137 milhões de libras, para os 103 milhões de libras (aproximadamente 121 milhões de euros).

Entre as prioridades está a redução do número de blogs de notícias, assim como os fóruns e os espaços para comentar essas mesmas notícias, que serão substituídos por ferramentas da Web social.

As notícias de desporto e de entretenimento serão menos, anunciam igualmente os responsáveis, que prometem dar mais destaque à cultura e à arte, no seu lugar.

"A BBC Online é um enorme sucesso, mas a nossa vasta carteira de websites significa que às vezes ficam aquém da expectativa", referiu Mark Thompson, director-geral da BBC, justificando a reestruturação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.