A CentralCasa tem menos de um ano de actividade, conta já com uma participação na CeBIT e um conjunto de clientes que cresceram a um ritmo de 50 por mês. Em 2004 a empresa quer iniciar a sua internacionalização e tem como mercados alvo Espanha, Holanda e Alemanha.



A presença em Hannover - a convite de um parceiro - serviu para mostrar a solução de domótica e televigilância desenvolvida há poucos meses e segundo Nuno Afonso, um dos sócios do projecto, os resultados foram bastante positivos resultando em dezenas de contactos, dos quais 20 vão dar origens a reuniões de trabalho que poderão converter-se em negócios efectivos.



A solução em questão ainda é comercializada pois a empresa está em negociações com um parceiro português que poderá comercializa-la em exclusivo mantendo-se, no entanto, o principal trunfo para o mercado internacional durante o próximo ano.



O Vision Web "permite unir as características de uma solução de televigilância e domótica, dando ao utilizador a possibilidade de interagir", explica Nuno Afonso. Os servidores CentralCasa gerem remotamente os dispositivos de segurança em funcionamento num determinado local, incluindo câmaras de vigilância, consolas de segurança com sensores de proximidade ou perigo, módulos de domótica necessários ao controlo de iluminação, aquecimento etc.



A gestão é assegurada via Internet - utilizando comunicações de banda larga - a partir de um login e password, válido para utilizadores registados, que dessa forma poderão proceder aos ajustes necessários no cenário vigiado. Quanto ao acesso remoto à rede pode ser feito via telemóvel, PC ou PDA e permite também consulta do histórico de imagens gravadas e configurações definidas.



Em Hannover, a CentralCasa mostrou a nova solução a convite do parceiro alemão - a fabricante de equipamentos de vigilância AXIS - e conta agora concentrar nesta solução e no conjunto de produtos de domótica que já tem no mercado a sua aposta para chegar aos países que considera de maior potencial.



Para já, Espanha deverá ser o único dos alvos de internacionalização a receber presença física da empresa, que tem estudado o mercado local apurando que só no último ano a construção de habitações de luxo (tipicamente com soluções de vigilância) na região cresceu entre 20 a 30 por cento.



A CentralCasa disponibiliza já uma solução idêntica ao Visão Web, com um leque de funcionalidades mais reduzido. No total esta solução, desenvolvida há menos de um ano, conta com 350 activações que cresceram a um ritmo de 50 mês. O desafio da CentralCasa para este ano passa por fazer a migração dos actuais clientes para a nova plataforma e estabelecer novas parcerias com fabricantes de equipamentos, numa filosofia de integração aberta, com o objectivo de estender presença aos mercados alvos.



Notícias Relacionadas:

2003-04-08 - Construções de Futuro em discussão no seminário "Edifícios e Espaços Inteligentes 2003"

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.