O comércio electrónico de produtos e serviços continua a crescer em Portugal, apesar da crise económica, conclui um estudo divulgado hoje pela ACEPI, segundo o qual 40 por cento dos sites nacionais registaram aumentos do volume de vendas acima dos 20 por cento nos primeiros três meses deste ano.

De acordo com o Barómetro Trimestral ACEPI/Netsonda, houve mesmo uma percentagem de 16 por cento de entrevistados que afirmam ter visto as vendas aumentar em mais de 100 por cento entre Janeiro e Abril.

Segundo a Associação do Comércio Electrónico e da Publicidade Interactiva, a tendência para o crescimento é transversal, abrangendo áreas de mercado como a Electrónica/Telemóveis, Livros/Revistas, Informática, DVD/Vídeos, Desporto e Lazer, Alimentação/Bebidas/Tabacaria/Charutos e ainda Moda/Jóias/Lingerie.

Também o número de clientes que recorreu à plataforma online para efectuar as suas compras cresceu. Mais de dois terços dos sites inquiridos (69%) afirmam ter visto aumentar o número de clientes que fizeram compras no site.

Quarenta e dois por cento dos sites revelaram ter registado um crescimento, até 20 por cento, do número de clientes que recorreram às suas páginas online para fazer compras.

Electrónica/Telemóveis, Livros/Revistas e Informática foram as categorias de produtos mais transaccionadas com recurso à Internet nos primeiros meses do ano, num cenário em que 88 por cento dos sites que participaram no estudo aumentaram ou manteveram o seu investimento.

No que respeita a perspectivas, 24 por cento dos sites dedicados ao mercado de consumo acreditam que vão aumentar ou manter o ritmo de crescimento de vendas, uma percentagem que cresce para os 55 por cento entre os que fornecem serviços/produtos entre empresas.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.