A Microsoft acaba de atualizar a tabela onde detalha o ciclo de vida dos seus produtos e confirma que o Windows 7 vai continuar a circular até 31 de outubro, data em que os fabricantes deixarão de comercializar modelos com o software pré-instalado.

O ciclo de vida do Windows 7 foi estendido para além dos habituais dois anos que a Microsoft concede a cada versão antiga, depois de uma nova chegar ao mercado. Esse é o princípio que de rege o roadmap de lançamentos da marca mas não é rígido e já tinha sido quebrado outras vezes.

O Windows XP é o exemplo mais atípico, mas o Windows 7 também já ganhou direito a figurar na mesma lista de exceções. O interesse do mercado nesta verão e o desinteresse no sucessor (Windows 8) justificaram a decisão.    

Quando deixar de ser comercializado no próximo ano o Windows 7 ainda não morrerá. A empresa mantém o suporte ao produto até janeiro de 2020.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.