Um estudo recente da NetValue vem confirmar a ideia de que o Reino Unido se mantém atrasado face ao resto da Europa na banda larga ou, pelo menos, comparativamente ao resto do conjunto de países europeus observados. Dos sete países contemplados no estudo, a Dinamarca classifica-se no topo da lista com 24,5 por cento dos lares ligados à Internet através de banda larga, seguida da Alemanha com 15,4 por cento. O Reino Unido fica pela sexta posição, com apenas 6,1 por cento.



A NetValue salienta, contudo, que as ligações de alta velocidade à Internet duplicaram no Reino Unido desde o passado mês de Dezembro, quando o número de lares ligados através desta tecnologia era de apenas 2,6 por cento.



De acordo com os operadores ingleses, o lento arranque da banda larga no Reino Unido deveu-se essencialmente aos preços demasiado altos praticados no início e à falta de concorrência. Ainda recentemente, um relatório da Oftel, o regulador inglês para as telecomunicações, assinalava que os cortes efectuados há pouco tempo nos preços de ligação aumentaram o número de subscrições, transformando a oferta de banda larga para o mercado de consumo mais barata no Reino unido do que na França ou na Alemanha (ver Notícias Relacionadas).



Tal como outros, o estudo da NetValue constata que os utilizadores da banda larga têm tendência para passar mais tempo online do que o utilizador médio. No Reino Unido, os internautas com ligação de alta velocidade permanecem em média 16,7 horas online comparativamente à média de 8,4 horas do utilizador com uma ligação por modem.


Já os internautas franceses com ligações de banda larga ligam-se durante uma média de 25,7 horas , face às 9,1 horas de um utilizador com a ligação tradicional.



O estudo da NetValue indica também que no grupo de países europeus observados a Espanha lidera no que diz respeito à utilização do streaming, quando 40,7 por cento dos seus internautas com ligação à rede em banda larga utilizam esta tecnologia.



Os jogos online são outra área chave para aqueles que têm acesso de alta velocidade à Internet, assinala o estudo. Por exemplo, na Espanha, enquanto 8,8 por cento dos cibernautas com acesso por modem costuma jogar online, entre o grupo de internautas espanhóis com acesso em banda larga o número aumenta para os 24 por cento.



Notícias Relacionadas:

2002-06-24 - Banda larga é mais barata no Reino Unido

2002-02-06 - Crescimento do acesso em banda larga na Europa dependente do preço

2001-12-21 - Mercado Internet europeu dominado por desenvolvimento da banda larga previsto para 2002

2001-10-15 - Europeus receptivos à mudança para acesso à Internet em banda larga

2001-10-02 - Países nórdicos lideram no uso de banda larga

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.