As empresas portuguesas do sector financeiro investiram menos 17% em tecnologias da informação e comunicação (TIC). O desinvestimento afetou todos os segmentos, como o serviços de TI e serviços de comunicações, mas foram as áreas de hardware e software que levaram o maior "rombo". A queda foi de 34 e 33% respetivamente.

Ao todo o sector financeiro em Portugal investiu 921 milhões de euros durante o ano de 2012, um valor quase um quinto mais baixo do que aquele que tinha sido investido em 2011 - nesse ano o investimento foi de 1,1 mil milhões de euros.

O sector das seguradoras "avançou" com 92,7 milhões de euros, menos 30% do que em 2011, e o sector da banca reduziu a despesa nas TIC para 828 milhões de euros, uma quebra de 16% face ao ano transato.

Os dados da IDC Portugal são provisórios, mas também apontam para uma quebra de 10% em serviços informáticos e de 5% em serviços de comunicações.

Em comunicado a empresa de análise de mercado revela que a "recessão das atividades económicas" está na origem da baixa de valores investidos.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.