A última edição do Barómetro de Inovação da COTEC mostra que Portugal continua a desperdiçar oportunidades na área da inovação e que revela que o país está pela primeira vez atrás da média dos países da Europa Central e Oriental neste domínio.



Portugal terminou 2012 na 31ª posição desta tabela, num total de 52 países analisados, voltando à posição ocupada em 2010 e ao grupo de países "cigarra", sem capacidade para concretizar a transformação do potencial de inovação em resultados concretos com impacto a nível socio-económico.




As dificuldades de financiamento e a envolvente institucional estão entre os aspetos analisados no estudo que mais contribuíram para a descida de posições de Portugal no ranking.




No pilar relativo ao financiamento, Portugal passou da 10ª para a 31ª posição. Na análise da envolvente institucional, em seis dos nove indicadores avaliados Portugal está pior que há um ano atrás. Destaca-se neste leque a eficiência judicial, a que mais caiu face a 2011.

A nível global vale a pena referir que todos os países tiveram uma performance pior em 2012 que no ano anterior, com exceção da Suíça, que é também o país com melhor avaliação global neste barómetro.




No perfil "Cigarra", onde Portugal se integra, passaram também a estar mais países - o número aumentou de cinco para 12, integrando seis países que na edição anterior da pesquisa eram classificados como "Formigas": Eslováquia, Espanha, Letónia, Lituânia, Polónia e Uruguai.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Cristina A. Ferreira

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.