A portuguesa Eticadata tem duas novas filiais em África, uma em Luanda (Angola) e outra em Maputo (Moçambique). O objectivo é dar suporte ao parque instalado e potenciar novos negócios, lê-se no comunicado à imprensa.

A aposta insere-se na estratégia de internacionalização da empresa, que continua a garantir um crescimento sustentado do número de utilizadores nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), com principal destaque para Angola, Moçambique e Cabo Verde.

Em Angola, por exemplo, 1.000 empresas já utilizam software da empresa nacional especializada no desenvolvimento software de gestão.

A companhia, de capital 100% português, destaca o potencial destes países, todos eles mercados emergentes, onde tem obtido "excelentes resultados". O desafio fundamental passa por "adequar de forma efectiva e real o software aos requisitos legais destes mercados", acrescenta a empresa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.