O até agora presidente executivo da Nokia, quadro antigo na empresa, vai deixar de o ser ainda este mês. A líder mundial dos telemóveis vai substituir Olli-Pekka Kallasvuo por Stephen Elop, até agora funcionário da Microsoft. O novo CEO da empresa assume funções já no próximo dia 21 de Setembro, um dia depois da saída do antecessor.



A mudança é encarada pelo mercado como o derradeiro esforço da Nokia para reforçar a capacidade de competir no mercado de smartphones, onde enfrenta hoje uma concorrência bem mais diversificada que a que tradicionalmente compunha o mercado dos telemóveis.



Actores como a Google, promotora do sistema operativo móvel Android, ou a Apple, dona do iPhone, consolidaram uma espécie de caminho sem regresso no desenvolvimento do negócio dos telemóveis, deixando os actores mais tradicionais a rever estratégias. Mesmo a Nokia, que há anos lidera o mercado dos equipamentos e durante algum tempo também liderou o dos sistemas operativos móveis, tendo em conta a sua liderança na promoção do Symbian, entretanto convertido em projecto aberto.



"Esta é a altura certa para acelerar o processo de renovação da empresa com uma liderança executiva forte e assente em competências diferenciadas", justifica na declaração que dá conta da mudança em marcha Jorma Ollila, chairman da Nokia.



Kallasvuo deixa o cargo com uma indemnização de 4,6 milhões de euros e mantém as funções de administrador não executivo na Nokia Siemens Networks.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.