A fusão entre a Zon Multimédia e a Sonaecom tem as condições reunidas para voltar a ser discutido entre os dois grupos, avança esta manhã o Diário Económico, com base em informação veiculada por "fontes próximas do processo".

Embora as partes directamente envolvidas garantam que o tema não está em cima da mesa neste momento, o jornal afirma saber que "têm existido conversas informais entre os vários accionistas".

Contactado pelo DE, um porta-voz oficial do grupo Sonae afirma que "esse é um tema que há muito deixou de estar em cima da mesa", enquanto fontes oficiais da Zon Multimédia e Sonaecom se recusaram a comentar o assunto, mas fontes próximas do processo terão garantido mesmo que "accionistas de peso, que até agora se opunham, são agora favoráveis a esse cenário.

As alterações no plano político, com a saída de José Sócrates - forte opositor da fusão entre as operadoras - e a mudança de Governo foram outro dos factores apontados como facilitadores da concretização do negócio e fontes ligadas à Sonae terão admitido que "é verdade que o contexto hoje é substancialmente diferente, o que facilita o diálogo entre as partes".

A possibilidade de fusão, que vem sendo alvo de rumores desde que a Zon deixou de ser PT Multimédia, volta às páginas dos jornais cerca de um ano depois de ter feito mexer as acções das empresas quando a Telefónica fez a oferta de aquisição da parte da PT na Vivo - um negócio que se esperava ser capaz de desencadear outras movimentações no mercado português.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.