A Google confirmou as intenções de despedimentos. A empresa vai afastar 100 colaboradores e fechar centros de engenharia em alguns países. A justificação não surpreende: a recessão.

A medida foi confirmada por Laszlo Bock, vice-presidente da companhia no blog da empresa. Num post à parte a Google também revelou que irá encerrar escritórios de engenharia em Austin, no Texas, na Noruega e na Suécia, uma medida que afectará 70 trabalhadores, que a empresa ainda acredita poder vir a reintegrar noutras áreas de negócio.

"No longo prazo o nosso objectivo não é diminuir o número de pessoas que temos a trabalhar em projectos de engenharia ou reduzir a nossa presença global, mas apostar num menor número de localizações para os centros de engenharia".

Recorde-se que a Google já tinha anunciado a não renovação de contratos com colaboradores subcontratados. O novo anúncio afecta cerca de 1 por cento da força de trabalho da empresa, que totaliza 20,100 trabalhadores.

Ainda ontem o TeK fazia o balanço das medidas de reestruturação anunciadas nos últimos meses para a TIC. Um dia depois os dados já estão destactualizados.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.