A GoPro espera angariar quatro vezes mais dinheiro do que aquele que tinha inicialmente previsto. A empresa está em vias de estrear-se na bolsa de valores norte-americana Nasdaq e de acordo com os documentos mais recentes, o preço das ações vai variar entre os 21 e os 24 dólares, o que deverá garantir uma valorização de 472 milhões de euros.



Com a entrada em bolsa estima-se que a GoPro, como empresa, passe a valer cerca de três mil milhões de dólares. Com o dinheiro conseguido, explica o Mashable, a tecnológica quer abater parte da dívida de 110 milhões de dólares que tem atualmente, além de querer aplicar o dinheiro no crescimento da empresa.



Nos últimos anos as receitas têm duplicado de ano para ano: 234 milhões de dólares em 2011, 526 milhões em 2012 e 985 milhões em 2013.



O ticker da tecnológica no Nasdaq vai ser GPRO.



Os últimos modelos das câmaras de ação foram apresentados em outubro do ano passado, as GoPro Hero3+, que são sobretudo uma evolução de pequena escala relativamente à versão anterior.



Nick Woodman, fundador e diretor executivo da tecnológica, era em 2013 um dos jovens multimilionários que fazia parte da lista da Forbes.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.