A promoção da inovação e do empreendedorismo será uma das prioridades do Governo português para recuperar a economia do país, a par da internacionalização e da promoção de parcerias e de redes de contacto empresarial.

As "intenções" constam do documento que estará hoje em cima da mesa da concertação social, a que o Jornal de Negócios teve acesso, e referem uma série de medidas a implementar no sector empresarial, com vista ao crescimento da economia portuguesa.

Além de apoiar o registo de propriedade intelectual, o Governo vai reforçar as competências de empreendedorismo quer junto "de trabalhadores à procura de emprego", quer junto de alunos do ensino secundário e superior.

Outra das apostas é a criação do "passaporte para a exportação" que certificará as pequenas e médias empresas (PME) que têm "potencial para a exportação". "O crescimento da nossa economia tem que passar inevitavelmente pelo aumento da nossa capacidade exportadora e pela renovação do nosso tecido empresarial", lê-se no documento.

Além deste "passaporte", o Governo pretende criar "uma rede de contactos activa e baseada nos portugueses expatriados", promover acções de parceria entre PME e Grandes empresas e celebrar convenções para evitar dupla tributação com mais parceiros.

O apoio às empresas passará também pela promoção do acesso a formas de financiamento ajustadas. Neste sentido, propõe-se a criação de um operador único de capital de risco público e uma sociedade de investimento para PME e o QREN também será reprogramado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.