Depois de anunciar na quarta-feira uma previsão dos resultados anuais e trimestrais, a IBM publicou os dados financeiros definitivos da empresa, mostrando um crescimento sustentado apoiado pelo mercado internacional.



A empresa fechou 2007 com resultados líquidos na ordem dos 10,4 mil milhões de dólares, o que representa um crescimento de 9,4 por cento face aos valores do ano anterior, altura em que este indicador se fixou nos 7,1 mil milhões de dólares.



O volume de negócios da IBM aumentou 8,1 por cento, alcançando os 98,7 mil milhões de dólares, dos quais 28,8 mil milhões resultam das operações efectuadas ao longo do quarto trimestre, altura em que o negócio cresceu 9,9 por cento.



Nos últimos três meses do ano a IBM conseguiu uma facturação de 4 mil milhões de dólares, o que representa um aumento de 14 por cento face ao mesmo período de 2006. Por outro lado, o total de receitas obtidas no trimestre foi de 28,9 mil milhões de dólares, aumentando 10 pontos percentuais relativamente ao ano passado.



Do ponto de vista geográfico, no continente americano a IBM registou receitas na ordem dos 11,7 mil milhões de dólares. Por sua vez, a região EMEA rendeu 10,8 mil milhões de dólares, ou seja, 16 por cento mais do que no ano anterior. A região Ásia/Pacífico obteve receitas 15 por cento superiores às do trimestre homólogo: 5,5 mil milhões de dólares.



As divisões de serviços e software da IBM foram as que revelaram maior força no final do ano passado. As receitas do segmento Global Technology Services aumentaram 16 por cento, até aos 10 mil milhões de dólares, enquanto que a área de Global Business cresceu 17 por cento, chegando aos 4,9 mil milhões de dólares.



O segmento de software rendeu 6,3 mil milhões de dólares, ou seja, mais 12 por cento do que na mesma altura de 2006.



Por fim, a divisão de sistemas e tecnologias da IBM totalizou 6,8 mil milhões de dólares, o que representou uma quebra de 4 por cento face ao ano passado.



Para 2008, a Big Blue anunciou ambições superiores às calculadas para o ano passado. O objectivo é aumentar o valor das acções da empresa em cerca de 16 por cento de forma a atingir os 8,2/8,3 dólares por acção.



Notícias Relacionadas:

2007-12-05 - IBM lidera serviços de TI em Portugal em 2006

2006-12-15 - Serviços de TI registam 1,5 mil milhões de euros em volume de negócios ao longo de 2005

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.