A IBM anunciou ontem a abertura de uma nova subsidiária na capital angolana. A criação da nova subsidiária insere-se num programa de investimento que a fabricante está a implementar no mercado africano e que também já levou à abertura de escritórios no Senegal ou em Dar es Salaam na Tanzânia. No total a Big Blue conta agora com presença direta em mais de 20 países africanos.



"A nossa presença direta em Angola vai permitir aumentar o leque de serviços disponíveis a clientes e parceiros, e levar para o país soluções mais avançadas e de alto nível, sobretudo nas áreas de cloud computing e business analytics", explicou ao TeK fonte institucional da empresa.



A entrada da IBM no mercado angolano terá para já como objetivo a cobertura de alguns mercados estratégicos, como explica a mesma fonte. "Estamos focados sobretudo nos setores com maior potencial de crescimento e em que temos experiência comprovada na aplicação de tecnologias avançadas, incluindo telecomunicações, finanças, governo, petróleo e gás".


A IBM já desenvolveu vários projetos no mercado angolano, mesmo sem estar diretamente representada no país, nomeadamente na área da banca e da energia.


Embora as ligações entre Angola e Portugal sejam fortes, quer pela língua, quer pela quantidade de empresas portuguesas no país, a nova subsidiária angolana da IBM reporta diretamente à estrutura MEA-CEWA (Middle East and Africa - Central East and West Africa), com sede na África do Sul.



Contudo, a IBM Portugal admite que recursos portugueses possam transitar para a nova empresa. "Estão neste momento a decorrer alguns processos, inseridos em concursos internos internacionais, para a ida de um ou dois quadros IBM Portugal para Luanda, com o objetivo de ajudar a sedimentar a empresa em Angola", explica fonte oficial da empresa em Portugal.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.