A confirmação chegou através de uma nota no blog oficial do serviço, divulgada ontem, e revela que "nos próximos meses vão começar a surgir anúncios ocasionalmente nos teus feeds do Instagram".



A mesma mensagem também revela que a experiência avança apenas, pelo menos para já, para quem acede ao serviço a partir dos Estados Unidos.



Os promotores desta rede social de imagens, que faz parte do universo Facebook, explicam que o crescimento da plataforma, atualmente com cerca de 150 milhões de utilizadores, obrigou a criar um modelo de negócio sustentável, capaz de garantir o crescimento do projeto e a resposta à enorme base de utilizadores.



Para responder a esta necessidade, a empresa decidiu introduzir publicidade, mas garante que o fará de forma gradual e pouco intrusiva. "Ver fotografias e vídeos de marcas que não segues é algo novo e por isso o arranque será lento".



Vai começar com a introdução de um pequeno número e fotografias e vídeos de grande qualidade, asseguram os promotores, feitos por empresas já com grande relevância na comunidade Instagram.



Ao utilizador será sempre dada a possibilidade de esconder um anúncio que não goste e reportar todo o conteúdo que não ache adequado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.