Com um resultado líquido de 1,050 mil milhões de dólares (cerca de 998
milhões de euros) durante o quarto trimestre de 2002, a Intel duplicou os 504 milhões de
dólares conseguidos durante idêntico período do ano anterior. De acordo com
a empresa os valores conseguidos ficaram a dever-se à redução de custos e
subida do preço dos microprocessadores.



Os lucros por acção situaram-se nos 16 cêntimos de dólar face aos
sete cêntimos por acção conseguidos no quarto trimestre de 2001. As receitas
cresceram 2,5 por cento para os 7,16 mil milhões de dólares (6,809 mil
milhões de euros). Em 2002 as vendas da empresa subiram um por cento em
comparação a 2001, enquanto os lucros sofreram uma queda de dois por cento.



Apesar dos resultados positivos, a gigante dos microprocessadores
anunciou que pretende reduzir os investimentos em tecnologia durante este
ano. Segundo a Intel, os investimentos previstos para 2003 situam-se entre
3,5 mil milhões e os 3,9 mil milhões de dólares, quando no ano anterior a
empresa investiu 4,7 mil milhões nesta área.



No primeiro trimestre de 2003, a Intel prevê alcançar lucros entre
6,5 mil milhões e os sete mil milhões de dólares, estimativas coincidentes com
as dos analistas.




Notícias Relacionadas:

2002-08-28 - Intel estima crescimento modesto dos lucros para o presente
trimestre


2002-01-16 - Intel e eBay apresentam resultados financeiros acima das
expectativas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.