A União Internacional de Telecomunicações (ITU, na sigla em inglês) está a desenvolver, juntamente com a indústria das TIC, um conjunto de normas universais para a área das tecnologias, com o objetivo de diminuir o impacto ambiental.

O compromisso ficou patente durante a primeira ‘Green Standards Week’, um evento que decorreu de 5 a 9 de setembro em Roma, Itália, e que pretendeu chamar a atenção de governos e players da indústria para a importância da utilização de standards na construção de uma economia mais verde e no combate às alterações climáticas.

O objetivo da ITU é implementar procedimentos universais com vista a diminuir o impacto ambiental das tecnologias, nomeadamente reduzindo o chamado lixo eletrónico.

Entre as normas propostas está um standard mediante o qual as empresas vão poder medir a sua pegada de carbono, assim como um método para avaliar as poupanças que se conseguiriam em termos de emissões de gases de efeito de estufa e energia noutros setores, com a utilização das TIC.

A União Internacional de Telecomunicações pretende que as novas normas sejam aprovadas no final do ano, altura em que acontecerá a “United Nations Climate Change Conference”, que terá lugar em Durban, na África do Sul.

“Adotando standards universais iremos ajudar à construção de um planeta mais inteligente, mais verde; um planeta que estará pleno de oportunidade e que irá ajudar as próximas gerações a colherem recompensas enormes”, referiu Hamadoun Touré, secretário-geral da ITU.



Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.