A Amazon anunciou hoje que a terceira geração do seu leitor de ebooks se tinha tornado o produto mais vendido de sempre na história na loja virtual, destronando o livro Harry Potter e os Talismãs da Morte, sétimo volume da saga do feiticeiro mais rentável do mundo e anterior detentor do título.

A informação foi divulgada ontem, juntamente com um balanço das vendas de Natal deste ano, que atingiram o seu pico no dia 29 de Novembro. Em 24 horas foram encomendados 13,7 milhões de produtos em todo o mundo, o que resulta num valor "recorde" de 158 itens por segundo, segundo a loja virtual.

Embora a empresa não tenha (como de costume) facultado dados isolados sobre as vendas do Kindle, a semana passada a Bloomberg divulgava estimativas de vendas na ordem dos 8 milhões de unidades em 2010, mais 5,6 milhões que o ano anterior.

Em comunicado, o CEO da Amazon agradece aos clientes que fizeram do leitor de ebooks o "novo produto mais vendido da história" da loja. De acordo com Jeff Bezos, muitos dos clientes do Kindle têm tablets, mas optam ainda assim por adquirir um dispositivo dedicado aos livros electrónicos devido a factores como o menor peso, maior autonomia da bateria (que dura um mês) e o tipo de tecnologia usada (e-ink), que reduz o cansaço visual e permite ler ao sol.

Ainda em matéria de "recordes", a Amazon anunciou que este ano, no dia de Natal, houve "mais pessoas a ligar um Kindle pela primeira vez", foram descarregadas mais aplicações Kindle Buy Once e Read Everywhere e comprados mais ebooks que em qualquer outro dia até à data.

Para além do Kindle (Wi-Fi e 3G), entre os mais vendidos durante o período que antecede o Natal estiveram ainda o iPod touch de 8GB, o videojogo Call of duty: Black Ops ou o filme "A Origem", com a empresa a enviar encomendas para 178 países.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.