Diminuição nos encargos financeiros líquidos, menos impostos e implementação de medidas de racionalização de custos e de melhoria da eficiência operacional contribuíram para os resultados, refere a empresa em comunicado.

Os proveitos operacionais atingiram os 112,7 milhões de euros, menos 17,5 milhões de euros relativamente a 2012, e o EBITDA fixou-se nos 11,7 milhões de euros, menos 4,6 milhões de euros relativamente aos 16,3 milhões de euros de 2012.

A redução decorreu "por motivos unicamente relacionados com a execução em 2012 de um projeto específico e pontual na área do ITO no mercado angolano", sublinha a Reditus.

As operações da empresa no mercado nacional registaram um decréscimo de 12,5%, "refletindo a racionalização dos Centros de Serviços em
Portugal e o contexto económico geralmente adverso que continuou a afetar Portugal".

Na atividade internacional, por sua vez, ocorreu uma queda de 14,9% "devido à execução de um projeto internacional específico e pontual na área do ITO em 2012".

Excluindo esse projeto, a atividade internacional registou um aumento de 10,3% em 2013, acrescenta a tecnológica, com as vendas a representaram 38% das receitas totais do grupo.

A intenção da Reditus para o futuro é continuar a apostar na venda de produtos e serviços em mercados internacionais, "ampliando o seu portfólio e otimizando os seus custos", acrescenta no comunicado.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.