A Microsoft anunciou a semana passada uma iniciativa que pretende criar novas oportunidades para 300 milhões de jovens em todo o mundo, durante os próximos três anos. O Microsoft YouthSpark surge através de uma parceria da empresa com Governos, organizações sem fins lucrativos e empresas em mais de 100 países. Em Portugal as parcerias serão operacionalizadas em 2013.

Numa altura em que a taxa de desemprego é elevada, a iniciativa quer capacitar os jovens para acederem a uma educação melhor, encontrar trabalho ou iniciar o seu próprio negócio.

Num comunicado de imprensa, a Microsoft explica que "através do Microsoft YouthSpark, a empresa vai dedicar a maior parte das suas contribuições em dinheiro a organizações sem fins lucrativos que atendem à população jovem em todo o mundo".

Os participantes do YouthSpark terão também acesso ao Office 365 para a Educação, um serviço que oferece ferramentas tecnológicas gratuitas a professores e alunos para que os mesmos possam manter contacto em qualquer lugar, através da plataforma Skype.

"Com o Microsoft YouthSpark, estamos a assumir o compromisso de ajudar 300 milhões de jovens em todo o mundo a realizarem os seus sonhos, concentrando os nossos esforços de cidadania, tempo, tecnologia, talento e recursos da empresa, em oferecer aos jovens oportunidades de educação, emprego e empreendedorismo. Acreditamos que, ao trabalhar com os nossos parceiros, podemos ajudar os jovens a mudar o mundo em que vivem. E estamos comprometidos em fazê-lo.", afirmou Steve Ballmer, CEO da Microsoft.

Além do Microsoft YouthSpark, a multinacional americana criou ainda três programas de cidadania que complementam as ações acima referidas: Give for Youth, Microsoft YouthSpark Hub e Microsoft Innovate for Good.

"Este é um novo foco para os nossos esforços de filantropia. Estamos a empregar a maioria do dinheiro para doações da nossa empresa para apoiar organizações sem fins lucrativos que atendem a jovens e estamos a anunciar uma série de novos programas de cidadania. Mas a Microsoft YouthSpark vai além da filantropia.", escreve Lori Harnick, General Manager de cidadania e assuntos públicos da Microsoft, no blog da empresa.

Em Portugal já estão a ser avaliados os parceiros, mas os acordos só devem ser operacionalizados no próximo ano, como confirmou ao TeK fonte da Microsoft Portugal.


Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.