A Nokia anunciou em comunicado que iniciou um processo judicial contra as empresas chinesas Shenzhen Telsda Mobile Communication Industry Developing e a Song Xun Da Zhong Ke Electronic por fabricarem e comercializarem telemóveis de design semelhante ao modelo Nokia 7260 da fabricante finlandesa.


Em comunicado, a Nokia refere que o processo não se dirige apenas às duas fabricantes como também a todas as empresas responsáveis pela distribuição dos telemóveis em questão.


A fabricante pede aos tribunais que obriguem as duas empresas chinesas a deixar de fabricar e comercializar os telemóveis, alegadamente semelhantes aos da Nokia, pretendendo ser indemnizada monetariamente pelos danos causados. O valor de indeminização pode chegar aos 62,5 mil dólares refere a Reuters.


O caso foi levado a um tribunal de Pequim a 12 de Junho deste ano e faz parte das medidas tomadas pela Nokia contra a distribuição e fabrico de produtos e acessórios pirateados inspirados na marca finlandesa.


O programa anti-falsificação da Nokia é válido para todos os países e mercados chave onde centenas de aparelhos já foram confiscados, causando prejuízos na ordem dos milhões de dólares à empresa.

Notícias Relacionadas:

2006-06-19 - Nokia apresenta cinco novos terminais e avança com modelo 3G de baixo custo

2006-05-31 - Nokia reforça medidas contra a contrafacção de telemóveis e acessórios

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.