Ficou ontem decidido em assembleia geral de accionistas da Sonae.com que a operadora móvel do grupo vai receber um aumento do capital social de 100 milhões de euros (20 milhões de contos) ao valor nominal. Numa primeira fase da formalização deste processo a Optimus vai receber imediatamente 30 milhões de euros, aguardando depois por 27 de Março, altura em que será finalizado o aumento de capital.



De salientar, que apesar de estarem presentes na assembleia os principais accionistas da Optimus - onde se incluem a Sonae.com, France Telecom, Maxitel e Investimentos e Participações Empresariais -, a EDP que detém 25,49 por cento desta operadora não se fez representar.



Segundo declarações publicadas hoje no jornal Público um porta-voz da EDP afirma que a empresa ainda não decidiu se participará neste processo da Optimus, mas de acordo com informações veiculadas pelo portal Negocios.pt o operador do sector eléctrico tem até 31 de Março para alienar um mínimo de 15 por cento do capital da Optimus, ficando com apenas 10 por cento da operadora. Isto porque a Oni – empresa onde a EDP detém uma participação maioritária– também possui uma licença UMTS, à semelhança da Optimus.



Caso o processo seja totalmente subscrito pelos accionistas da Optimus, o capital social desta empresa de telecomunicações móveis passará a ser de 425 milhões de euros (85,2 milhões de contos).



Notícias Relacionadas:

2001-10-29 - Optimus responsável por 84 por cento das receitas trimestrais da SonaeCom

2001-08-27 - Sonae.com nega rumores sobre uma possível venda da Optimus à EDP

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.