As medidas foram anunciadas na sequência da apresentação dos resultados financeiros da empresa, que acumulou perdas de 5,7 mil milhões de euros no trimestre terminado em março.



Recorde-se que em março de 2011 a Panasonic tinha já iniciado um plano de reestruturação também centrado na redução de efetivos e que tem estado ativo ao longo dos últimos dois anos.



Até março o plano de reestruturação iniciado em 2011 pela Panasonic implicou o despedimento de 20% da força de trabalho da empresa, que passou a fixar-se em perto de 295 mil colaboradores.



As novas medidas visam ajudar a empresa a voltar aos resultados positivos. Falta concretizar as áreas que serão afetadas pelo novo plano, mas sabe-se já que um dos grandes objetivos da empresa é tornar o negócio de ecrãs rentável até 2015, um ano antes de terminar o plano de reestruturação que a empresa se prepara para implementar.

Escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.