Numa campanha publicitária lançada no final do ano passado para comunicar a linha de televisores UHD, a fabricante exibe a foto de um homem que o antigo jogador de futebol considera suficientemente parecido consigo para gerar confusão junto de quem vê a campanha. Como se não bastasse, no mesmo anúncio ao lado da foto está a imagem de uma televisão (da Samsung) onde se veem as pernas de um jogador de futebol a dar um pontapé de bicicleta, uma jogada popularizada por Pelé.

Pela coincidência e pelos benefícios indevidos que a empresa pode daí recolher, o antigo jogador pede uma indemnização de 30 milhões de dólares (perto de 26,5 milhões de euros). Explica que desta forma está a solicitar uma “compensação justa” pelo uso ilegítimo da sua imagem e a prevenir situações idênticas no futuro.

Os advogados do jogador também alegam que esta não é a primeira vez que a Samsung tenta usar a imagem de Pelé com fins promocionais.

Em 2013 já tinha havido uma situação do género, que acabou por não ser resolvida na justiça graças a um acordo de última hora. Mesmo assim, no novo processo sublinha-se que a marca nunca obteve autorização do jogador para usar a sua imagem.    

A notícia do processo é avançada pela Reuters, relatando que o caso deu entrada durante este mês num tribunal de Chicago.

  [caption][/caption]

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.