A Lucent Technologies reduziu a 2,81 mil milhões de dólares (2,87 mil milhões de euros) o montante das perdas registadas durante o seu quarto trimestre fiscal deste ano, um resultado da política de redução da força laboral e gastos da fabricante de equipamentos de telecomunicações no sentido de adaptar-se a uma descida exponencial das receitas à medida que o declínio acentuado da indústria se mantém.



A companhia divulgou ontem perdas líquidas no valor de 84 cêntimos de dólar por acção durante o período que foi de Julho a Setembro, em comparação com prejuízos de 8,8 mil milhões de dólares (9 milhões de dólares) ou 2,59 dólares por acção no mesmo trimestre de 2001.



Excluindo despesas excepcionais, a Lucent divulgou perdas líquidas pro forma de 2,13 mil milhões de dólares (2,17 mil milhões de euros) ou 64 cêntimos por acção, apenas um cêntimo acima das estimativas dos analista de mercado.



Estas previsões foram reduzidas duas vezes - de uma perda líquida de 16 cêntimos por acção para um prejuízo de 45 cêntimos por acção - depois de a Lucent ter emitido avisos no dia 13 de Setembro e 11 de Outubro de que iria falhar a sua expectativa de ganhos.



Na categoria das despesas excepcionais, inclui-se um montante de 861 milhões de dólares destinados à reestruturação e à depreciação de bens desvalorizados e uma maquia de 141 milhões de dólares (144,44 milhões de dólares) em ganhos com a venda das suas unidades de fibra óptica.



As receitas relativas ao quarto trimestre desceram 56 por cento, de 5,16 mil milhões de dólares (5,27 mil milhões de euros) há um ano atrás para 2,28 mil milhões de dólares (2,33 mil milhões de euros). A Lucent obteve ganhos de 882 milhões de dólares (901,65 milhões de euros) provenientes da sua divisão de redes sem fios e de 1,33 mil milhões de dólares (1,36 mil milhões de euros) por equipamentos de telefonia básica, fibra óptica e dados.



A queda da procura no sector das telecomunicações afectou seriamente a Lucent, que anunciou recentemente cortes adicionais da sua força de trabalho, representativos do despedimento de 10 mil funcionários. Para além disso, a companhia não perspectiva melhorias a curto prazo.



Para o segundo trimestre do próximo ano fiscal, a Lucent espera aumentar a sua facturação até aos 2,5 mil milhões de dólares (2,55 mil milhões de dólares) e alcançar lucros, excluindo alguns custos, no final de 2003.


Notícias Relacionadas:

2002-10-14 - Lucent anuncia mais despedimentos para fazer frente a maus resultados

2002-07-24 - Lucent soma prejuízo e anuncia mais despedimentos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Notificações

Subscreva as notificações SAPO Tek e receba a informações de tecnologia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.