O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, insistiu hoje que a transição digital é uma “oportunidade de ouro” para as regiões periféricas e ultraperiféricas se integrarem nos mercados mundiais e nas economias de escala.

“É uma oportunidade histórica. A transição que está a ocorrer de forma muito acelerada para a economia digital é uma oportunidade de ouro para as regiões posicionadas na periferia ou ultraperiferia dos grandes centros aproveitarem para se integrarem nos mercados mundiais e nas economias de escala”, afirmou o chefe do executivo madeirense.

Miguel Albuquerque falava na sessão de abertura do 29.º Congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Regional, subordinado ao tema “Ilhas e territórios periféricos: desafios numa geografia em movimento e padrões de clima em alteração”.

O presidente do Governo da Madeira realçou que “as tecnologias, nos últimos 30 anos, dobram a sua capacidade de computação de 18 em 18 meses”, o que “significa que, de 18 em 18 meses, toda a capacidade computacional do mundo dobra”.

“É, de facto, uma coisa notável e impensável. Estamos já a assistir à transição para esta economia digital. A transição para esta economia digital exige e impõe um papel fundamental na formação das pessoas e na qualificação”, notou.

Albuquerque (PSD) reforçou que as regiões que se inserirem nesta nova economia “vão ganhar, as que não fizerem vão perder”. E, no seu entender, a Madeira está a aproveitar "essa oportunidade histórica".

O presidente do executivo madeirense apontou também que a economia digital “permite a produção de bens e serviços sem o ónus do distanciamento físico”, bem como do transporte e respetivos custos.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.