Esta quinta-feira será assinado o protocolo de colaboração para o lançamento e implementação do projeto SHIFT to 4.0, desenvolvido pelo ISQ, em parceria com a IAPMEI e a Universidade de Aveiro. O projeto consiste na aplicação de uma ferramenta de autodiagnóstico da maturidade digital das empresas.

Na prática, a ferramenta permite analisar as dificuldades e o estado das empresas, face aos desafios da transformação digital promovidos pela Indústria 4.0. O programa permite identificar oportunidades, ensinar boas práticas, introduzir ferramentas e executar medidas e ações para tornar as empresas tecnologicamente mais avançadas, sobretudo as PME, durante o seu percurso na transformação digital e reforço de competências nesta área.
O programa disponibiliza ainda ferramentas adicionais para o suporte ao trabalho de consultoria, em matérias associadas aos processos de transformação digital e 4.0.

A implementação do SHIP to 4.0 será dividida em três fases. A primeira visa a seleção de 80 empresas, de diferentes dimensões e setores da economia nacional, onde será definida a metodologia do diagnóstico e a amostra a participar no exercício. Na segunda fase será colocada em prática a metodologia definida, acompanhada por monitorização no terreno. Caso seja necessário serão feitos ajustes, definindo-se ainda ferramentas de apoio que sejam necessárias, tais como roadmap de intervenções, textos de apoio sobre a Indústria 4.0, drafts de entrevistas e relatórios, e outros materiais.

Na terceira fase dá-se o scale up do projeto, em que a ferramenta de autodiagnóstico da maturidade digital das empresas ficará disponível para quem esteja interessado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Tek. Diariamente. No seu email.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.