A PT e a Zon assinam esta segunda-feira o acordo de empréstimo pedido ao Banco Europeu de Investimento (BEI) para as redes de nova geração.

A PT será a primeira, segundo notícia do Diário Económico, a assinar o protocolo, seguida da operadora liderada por Rodrigo Costa. Os montantes são os já aprovados e divulgados pelo BEI, salienta o jornal.

Recorde-se que no caso da Zon, o pedido de empréstimo ao banco europeu foi de 100 milhões, valor aprovado no início deste mês, com a empresa a referir que o montante seria usado para "financiar o desenvolvimento da sua Rede de Nova Geração, nomeadamente, a ampliação da sua infra-estrutura de fibra, de forma a providenciar aos seus clientes um avançado serviço de Banda Larga de alta velocidade".

Na operadora liderada por Zeinal Bava o pedido ao Banco Europeu de Investimento foi de 200 milhões de euros.

Depois da criação da linha de crédito, assinada entre o BEI e o Governo português em Janeiro de 2009, o financiamento para as redes de fibra óptica conhecia em Abril novos desenvolvimentos, com a entrada no acordo dos bancos portugueses CGD, BCP, BES e Santander.

Até ao momento apenas a PT e a Zon contratualizaram com o Banco de Investimento Europeu este financiamento, refere o Diário Económico, já que a Sonaecom e a Oni estarão ainda numa fase de contactos preliminares com a instituição.

Também ainda permanecem de fora a DST Telecom e a Cored, as últimas a juntarem-se ao grupo de empresas que se comprometeu a investir mil milhões de euros para ligar o país em fibra óptica.

Não perca as principais novidades do mundo da tecnologia!

Subscreva a newsletter do SAPO Tek.

As novidades de todos os gadgets, jogos e aplicações!

Ative as notificações do SAPO Tek.

Newton, se pudesse, seguiria.

Siga o SAPO Tek nas redes sociais. Use a #SAPOtek nas suas publicações.